Seu browser não suporta JavaScript!

15/02/2011 | Site Assembléia Legislativa de SP

Abridef é homenageada na Assembleia

Em sessão solene realizada nesta segunda-feira, 14/2, às 20h, no plenário Juscelino Kubitschek, foi homenageada a Associação Brasileira da Indústria e Revendedores de Produtos e Serviços para Pessoas com Deficiência (Abridef).

A sessão proposta pelo deputado Rafael Silva (PDT) teve como um dos destaques a presença do jornalista esportivo Osmar Santos, que ao lado do ex-jogador do Corinthians Julio Cezar de Souza, deficiente auditivo, e de Raphael Avelino dos Santos, foi responsável pela execução do Hino Nacional Brasileiro.

"Costumeiramente, a Banda da Polícia Militar se apresenta de forma brilhante durante as sessões solenes, mas saber que o Osmar Santos venceu mais uma etapa em sua vida e tocou, em parceria, o Hino Nacional no teclado é uma emoção mais forte ainda. Sempre acompanhei o processo de melhora do Osmar, mas ao vê-lo agora tocar o hino, ao lado do Julio Cezar, é sensacional. Os presentes, com certeza, são privilegiados com esse forte momento de emoção", afirmou o deputado Rafael Silva.

A entidade, presidida pelo empresário Rodrigo Rosso, tem como um dos objetivos agir como órgão de representação, coordenação, fomento, defesa, informação, mediação e consulta, promovendo a aproximação dos associados, de forma a incrementar suas relações comerciais, políticas e promocionais. Também é função da entidade a normatização de produtos e prestação de serviços, assim como promover o intercâmbio nacional e internacional de tecnologias, informações e experiências.

Nas manifestações dos vários parlamentares e autoridades " entre elas a deputada Célia Leão (PSDB); o deputado federal Otavio Leite (PSDB/RJ); o secretário municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida da capital, Marcos Belizário " foi destacada a importância do atendimento prestado pela associação, cujo objetivo é possibilitar à pessoa com deficiência a oportunidade de acesso a equipamentos e serviços de qualidade que possam auxiliar na superação das barreiras impostas por suas deficiências, tornando nossa sociedade mais igualitária.