Seu browser não suporta JavaScript!

06/09/2012 | Portais Terra e SRZD

"Agora as propostas começam ser apresentadas e as diferenças começam a ser sentidas", diz Leite após debate na TV

"Toquei na ferida", diz tucano sobre debate no Rio (Portal Terra)

Por Juliana Prado

O candidato a prefeito do Rio pelo PSDB, Otavio Leite, afirmou, após debate realizado pela Rede TV! e jornal Folha de S.Paulo, que a "campanha está iniciando" - a um mês exato da votação. "Agora as propostas começam ser apresentadas e as diferenças começam a ser sentidas". Ele se autodeclarou o candidato "que mais tocou na ferida, apresentando o remédio para resolver os problemas (da cidade)".

Sobre os ataques recorrentes que marcaram o debate desta quarta-feira, ele ponderou: "os candidatos são livres. Nessas horas é que os detalhes se revelam. Aí o julgamento é da população. Quem se excede que pague por isso", declarou.

Durante o confronto, o candidato tucano foi questionado sobre o processo de enfraquecimento do PSDB no Rio. Após o debate, ele negou que isso esteja ocorrendo. Para o concorrente do PSDB, a sigla teve problemas no passado, mas que esses erros "ficaram para trás". E completou: "Estamos num momento de soerguimento do PSDB, estamos olhando pra frente".

Veja as principais colocações de Otavio Leite no debate (Portal SRZD)

Por Gabriel Matturo e Luis Philipe Souza

O candidato do PSDB usou a saúde como grande aliada durante a maior parte do encontro entre os candidatos à prefeitura do Rio de Janeiro. Confira os principais momentos de Otavio Leite no debate promovido pela "RedeTV" em parceria com a "Folha de S. Paulo"

Saúde:

"O principal problema é a saúde. Todos nos da oposição vimos que para enfrentar é preciso reconduzir o sistema para o modelo clássico para o profissional de saúde concursado. Habitar no mesmo ambiente profissionais com salário de R$ 2 mil e R$ 8 mil não vai funcionar. É necessário ter plano de carreira e salários. Quero integrar as faculdades de medicina para ter vivencia acadêmica. Teremos um modelo de especializações para médicos que farão residências. Criaremos uma faculdade medicina na Zona Oeste. Nosso sistema de saúde é sujo"

Governo:

"Os governantes quando entram aliciam os parlamentares e os partidos perdem força. Agora estamos retomando o caminho adequado para um partido na democracia. Estamos apresentando projetos para a população de forma limpa. Defendemos um estados eficaz e somos à favor da livre iniciativa dos jovens".

P.s.: Esta foto não compõe originalmente a matéria do Portal Terra

Crédito da foto: Marcelo de Mattos