Seu browser não suporta JavaScript!

08/12/2004 | O Dia On Line

Alerj vota assistência a recém-nascidos portadores de deficiência

RIO - Os parlamentares da Alerj votam nesta quarta-feira, em segunda discussão, o projeto do deputado Otavio Leite (PSDB) que obriga os hospitais e maternidades estaduais a prestarem assistência especial às parturientes cujos filhos recém-nascidos apresentem qualquer tipo de deficiência ou patologia crônica que implique tratamento continuado.

A assistência especial consistirá na prestação de informações por escrito à parturiente, ou a quem a represente, sobre os cuidados a serem tomados com o recém-nascido por conta de sua deficiência ou patologia. O hospital, ou a maternidade, deverá fornecer listagem das instituições, públicas e privadas, especializadas na assistência a portadores da deficiência ou patologia específica.

´Não são raros os casos de crianças nascidas com deficiências ou patologias de natureza crônica, cujas mães, por absoluta falta de orientação, não lhes dispensam os necessários cuidados, nem os levam a tratamento em instituições especializadas. O que pretendemos é afastar, nesses casos, o não desprezível fator desconhecimento - realidade que não pode ser ignorada´, justifica Otavio Leite.