Seu browser não suporta JavaScript!

23/12/2011 | Portal Terra

Anúncio de projeto para deficientes na Copa

Romário chora em anúncio de projeto para deficientes na Copa

Ao lado do novo membro do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014, Ronaldo, o deputado federal Romário chorou nesta sexta-feira ao anunciar um projeto para deficientes físicos na Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil. O evento foi realizado no Hotel Sheraton, no Rio de Janeiro (RJ), e serviu para divulgar a entrada gratuita de cerca de 500 portadores de necessidades especiais em cada jogo do Mundial. Foram doados 32.000 ingressos do torneio para deficientes físicos, atingindo um total de US$ 12,8 milhões (R$ 23,8 milhões).

Também compareceram ao encontro os deputados Otavio Leite, Rosinha da Adefal e Mara Gabrilli. Uma das filhas de Romário com a mulher Isabella Bittencourt, Ivy, nasceu com síndrome de Down em 2005.

Na sexta-feira passada, em reunião do COL que contou com a presença também de Ronaldo e Ricardo Teixeira (presidente do COL e da CBF), Romário já havia anunciado que a Copa teria um tratamento especial da Fifa aos ingressos para deficientes físicos - porém, não havia especificado detalhes.

A CBF, independentemente do que instituir a Lei Geral da Copa, incumbiu-se da gratuidade dos ingressos por meio da cota que tem direito a comprar da Fifa.

A distribuição dos bilhetes priorizará os deficientes físicos de baixa renda, podendo contemplar aqueles que recebem bolsa-família. Os critérios para ter direito ao benefício, no entanto, ainda não foram definidos.

Romário classificou o anúncio feito no Rio de Janeiro como a "maior vitória" de seu mandato como deputado federal e prometeu não mudar a sua postura em relação à CBF.

Com informações da Gazeta Esportiva