Seu browser não suporta JavaScript!

29/08/2013 | Aécio Neves 45

Apresento a possibilidade de transformar sonhos numa realidade melhor, diz Aécio

 O candidato à Presidência da República pela Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, disse na noite desta quinta-feira (28/8), em comício em Campinas, que o seu projeto de governo é o único capaz de transformar os sonhos dos brasileiros em uma realidade melhor.

“Sonhos todos nós os temos. É legítimo que nós tenhamos. Eu apresento ao Brasil a possibilidade concreta de transformar os nossos sonhos numa realidade melhor para milhões de brasileiros que esperam mudanças e transformações”, ressaltou o candidato.

 Aécio afirmou que a candidata à Presidência da República Marina Silva (PSB) precisa começar a apresentar as propostas de governo e criticou a ideia da candidata de governar de maneira difusa com apoio dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB). “Tenho respeito pela candidata Marina. Agora, é preciso que ela diga com muita clareza o que significará seu governo, porque me parece um pouco confusa essa ideia de alguns de seus assessores que querem governar com Lula e Fernando Henrique. Mas com qual direção?”, questionou.

Perguntado sobre a reação de Marina Silva à sua afirmação de que o Brasil não é para amadores nem principiantes, Aécio respondeu: “Surpreende que ela já tenha se considerado amadora porque eu não a citei. É um reconhecimento de um certo improviso em relação à sua candidatura”.

O presidenciável foi saudado em Campinas por cerca de 3.000 pessoas, que participaram de comício para lançamento da candidatura à reeleição do deputado federal Carlos Sampaio. O ato politico também contou com as presenças do candidato ao Senado José Serra, seu suplente, José Aníbal, entre outras lideranças.

Aécio reafirmou que o objetivo da sua candidatura é interromper o ciclo de governo do PT e iniciar um outro mais eficiente, com melhores políticas sociais e maior crescimento . “Sou adversário desse modelo que está aí, sou adversário do governo do PT, que fracassou na condução da economia e deixará como herança uma inflação alta e um crescimento baixo. Fracassou na gestão do Estado brasileiro.”

Salário mínimo

Aécio reiterou o compromisso de conceder aumento real do salário mínimo e da aposentadoria cujo valor ultrapassa esse limite, e de reajustar a tabela do Imposto de Renda. Para ele, essas conquistas estão vinculadas à retomada do crescimento econômico.

“Quero reiterar o nosso compromisso com o reajuste real do salário mínimo, com o reajuste da tabela do Imposto de Renda, inclusive corrigindo a defasagem de alguns anos gradualmente e também com um reajuste para os aposentados. Nós vamos fazer isso no momento em que o país voltar a crescer trazendo os investimentos que infelizmente deixaram o Brasil em razão da insegurança que o governo do PT vem gerando”, ressaltou ele.

Aécio Neves lembrou, porém, que o reajuste real só será “minimamente expressivo” se o país voltar a crescer. “A lei que determina o reajuste do salário mínimo leva em conta o crescimento do PIB dos dois anos anteriores, além do índice de inflação. O crescimento real do salário mínimo de 2016 já está prejudicado por esse governo, será de menos de 1% em razão da incapacidade do governo do PT de fazer o país voltar a crescer.”