Seu browser não suporta JavaScript!

06/07/2015 | ESPN.com.br

'Aprovação da MP do futebol vai ser o 7 a 2', diz presidente do Flamengo

Por Camila Mattoso

Em semana decisiva da Medida Provisória 671, a MP do Futebol, Flamengo e Atlético-PR decidiram de manifestar sobre o tema, fazendo um apelo ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, para que o texto seja enfim colocado para votação nesta terça-feira. O Bom Senso também participou da coletiva de imprensa nesta segunda-feira, em São Paulo.

O relatório final ainda conta com divergências, especialmente com a bancada da bola, com um ponto que fala sobre os processos eleitorais das federações. Por conta disso, ainda há dúvida sobre se a medida será levada para o plenário.

Segundo o presidente Eduardo Bandeira de Mello, aprovar a MP seria um pequeno passo, mais importante, como se fosse o 7 a 2, em referência à eliminação para a Alemanha, na Copa do Mundo, há um ano, com o placar inesquecível de 7 a 1.

"O 7 a 1 é bastante emblemático, faz um ano. A MP é um ponto de partida, não resolve todos os problemas, mas é muito importante. Se isso acontecer, se conseguimos aprovar a MP, vamos dar um pequeno passo, será o 7 a 2, vamos dizer assim. Se não passar, será o 8 a 1, o 9 a 1, e aí por diante", disse o dirigente do Flamengo.

"A gente faz um apelo para que mesmo com divergências, o texto vá para votação. Tem que ir para votação. A gente confia no presidente da Câmara de que isso vai ser levado ao plenário. Ele nos disse que quer ajudar o futebol", completou o presidente Mario Celso Petraglia, presidente do Atlético-PR.