Seu browser não suporta JavaScript!

04/06/2013 | Portal do PSDB na Câmara

Aprovada emenda que garante formação sobre acessibilidade a professores do Pronatec

Aprovada emenda de tucana que garante formação sobre acessibilidade a professores do Pronatec

Por Elisa Tecles

O plenário da Câmara aprovou emenda da deputada Mara Gabrilli (SP) à Medida Provisória 606/13 para assegurar aos professores do Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) formação sobre condições de acessibilidade das pessoas com deficiência no ambiente educacional. A MP permite o uso do Seguro de Crédito à Exportação em compras de aeronaves brasileiras mesmo quando a empresa aérea não for a devedora direta da operação de financiamento.

Segundo a tucana, no início o Pronatec nem mencionava a expressão pessoa com deficiência. “Fomos nós a colocar, por exemplo, material pedagógico e acessibilidade para que os alunos pudessem participar do ensino profissional neste país”, disse.

Mara Gabrilli lembra que a maior dificuldade para a pessoa com deficiência exercer a cidadania é a educação. Por isso, a capacitação dos professores é essencial. “É claro que o professor se assusta quando entra em uma sala de aula e se depara com um aluno surdo, cego ou com deficiência intelectual, porque ele não tem recurso nem técnica para ensinar esse aluno”, completou. “Se as pessoas com deficiência tiverem preparo e tiverem formação, com certeza todos os outros alunos crescerão com essa diversidade”, concluiu a tucana.

O deputado Vanderlei Macris (SP) destacou o apoio de toda a bancada do PSDB à proposta de Mara. “Ela vai garantir a possibilidade de capacitação aos alunos. E é uma política afirmativa de integração das pessoas com a sociedade, principalmente no ambiente escolar”, afirmou.

“O que se quer para um filho, seja deficiente ou não, é que ele tenha autonomia e independência. Isso só se adquire com o trabalho. E um trabalho digno só se adquire, só é possível com educação e um processo educacional digno”, frisou o deputado Otavio Leite (RJ) em plenário.

Eduardo Barbosa (MG) ressaltou a luta para incluir no programa vagas destinadas a pessoas com deficiência. Ele elogiou a iniciativa da deputada. “Só assim, nós poderemos ousar e chegar à meta prevista de alcançar 150 mil pessoas com deficiência dentro dos programas do Pronatec”, comentou.

Foto: Gustavo Lima/ Agência Câmara