Seu browser não suporta JavaScript!

21/05/2010 | Blog You Pode

Autoridade pública e moralidade olímpica

De Leandro Mazinni, no ‘Jornal do Brasil’:

“Os tucanos não querem saber de o cargo de Autoridade Pública Olímpica ficar nas mãos de apadrinhado de Lula até 2016. O deputado federal Otavio Leite apresentou emenda à MP que cria o órgão, para que o mandato dure até dezembro deste ano”.

* * *

O ministro do Esporte, Orlando Silva, deixou de concorrer a uma cadeira na Câmara, pelo PCdoB, acreditando que poderá manter a boquinha das Olimpíadas nos próximos seis anos. Se conseguir o seu intento, o ministro da Tapioca - como é conhecido - não terá de prestar contas a ninguém.