Seu browser não suporta JavaScript!

23/12/2011 | Globo Esporte.com

Brincadeiras marcam reencontro de Ronaldo e Romário em coletiva no RJ

Por Márcio Iannacca, Rio de Janeiro

Ronaldo e Romário fizeram a alegria do torcedor brasileiro em 19 partidas pela Seleção Brasileira. De lá para cá, o destino não deixou os dois se encontrarem novamente com a amarelinha. Porém, longe das quatro linhas, os dois têm estado juntos constantemente. Enquanto o Fenômeno é membro do conselho de administração do Comitê Organizador da Copa de 2014, o Baixinho é deputado federal. E nesta quinta-feira a dupla se reuniu mais uma vez, agora para o anúncio da doação de 32 mil ingressos do Mundial para pessoas portadoras de necessidades especiais.

E como não poderia ser diferente, o encontro das duas feras do futebol brasileiro foi recheado de brincadeiras e muito bom humor. Ronaldo foi questionado se chegou a convidar Romário para ser um dos membros do Comitê Organizador da Copa. Com um sorriso no rosto, o Fenômeno afirmou que sondou o amigo. Porém, o Baixinho não pensou duas vezes em negar a ideia.

- Não fui convidado, não. É isso mesmo – retrucou Romário, com um largo sorriso no rosto.

Os dois ex-jogadores ainda tiveram de responder perguntas sobre um passado não muito distante, se estariam em um evento tão importante como o desta sexta-feira ou se a praia e o futevôlei falariam mais alto em um dia de sol do Rio de Janeiro. Ronaldo revelou estar engajado em causas sociais há tempos. Romário não perdoou.

- Com certeza, há dez anos eu estaria jogando futevôlei. Já tive a chance de ter grandes conquistas, seis filhos e várias outras coisas. Essa data aqui está dentro de uma dessas especiais. Com orgulho eu troquei a sunga de praia. Se bem que ela está aqui embaixo, e daqui a pouco eu vou para lá, para defender essa causa (risos). Essa causa não é minha, ela é do Brasil. O preconceito está diminuindo – afirmou o Baixinho.

Logo em seguida, o Baixinho fez uma revelação.

- Há dez meses, sentado no plenário, sem fazer nada, sem saber fazer nada, eu me perguntava: “Que p... é essa que eu estou fazendo aqui”. Com a ajuda dos colegas, estou amarradão fazendo isso aqui. Faço de coração porque é uma causa que é merecedora, e posso emprestar a minha imagem para isso – afirmou o ex-jogador.

Legenda da foto: Ao lado dos deputados Otavio Leite, Rosinha da Adefal, Mara Gabrilli e Mandetta, Romário e Ronaldo anunciaram doação de ingressos da CBF para pessoas portadoras de deficiência

Foto: Cesar Loureiro / O Globo