Seu browser não suporta JavaScript!

11/04/2013 | Jornal Extra online

Câmara dos Deputados quer ouvir Beltrame sobre corrupção policial no Rio

Por Guilherme Amado

A Comissão de Segurança da Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade, nesta quarta-feira, a convocação do secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, para falar sobre o relatório que apontou a polícia do Rio como a que mais recebe propina no Pais. Na mesma reunião, a comissão também aprovou a convocação da secretária Nacional de Segurança, Regina Miki. O presidente da comissão, deputado Otavio Leite, diz que entrará em contato com os dois para marcar os depoimentos já para semana que vem.

Um levantamento encomendado pelo Ministério da Justiça e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento ao instituto Datafolha, revelada com exclusividade pelo EXTRA no último domingo, mostrou que a Polícia Militar do Rio de Janeiro está no topo do ranking da extorsão policial no país. Do total de pessoas achacadas por PMs, 30,2% são do estado. O dado faz parte da Pesquisa Nacional de Vitimização.

– Essa pesquisa mostrou, de fato, que a PM do Rio é a mais corrupta no país. Mas acho que a gente deve entender que o policial é recrutado na nossa sociedade, é um retrato dela – defendeu a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki.

A Pesquisa Nacional de Vitimização também procurou saber a extensão do problema nas polícias civis Brasil afora. A Polícia Civil de São Paulo lidera, com 28,6% das pessoas que disseram ter sido achacadas, seguida pela do Rio, com 17,2%.

Polícia Militar do Rio é a mais corrupta, aponta pesquisa Polícia Militar do Rio é a mais corrupta, aponta pesquisa Foto: Guilherme Pinto

A pesquisa

A Pesquisa Nacional de Vitimização é um estudo que procura captar as ocorrências de eventos criminais na população, com o objetivo de compará-los com os dados oficiais registrados pelas polícias, classificando-os por localidade, estrato social, cor da pele, idade, sexo e renda. A amostra da pesquisa foi de 78.000 pessoas e vem sendo preparada desde 2010. No estado do Rio, foram 8.550 entrevistas. Os dados são uma prévia: a íntegra do estudo será divulgada daqui a um mês.

Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/camara-dos-deputados-quer-ouvir-beltrame-sobre-corrupcao-policial-no-rio-8079838.html#ixzz2QDl4DchP