Seu browser não suporta JavaScript!

09/11/2009 | Jornal da Câmara

Câmara homenageia 200 anos da Associação Comercial do Rio

Em sessão solene realizada na sexta-feira (6) para homenagear os 200 anos da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), o deputado Otavio Leite (PSDB-RJ) destacou a relevância política da associação. Segundo afirmou, os candidatos à Presidência da República obrigatoriamente têm que passar pela associação para debater suas propostas com a sociedade do Rio de Janeiro. “Isso justifica a valorosíssima importância institucional que a associação possui para contribuir com a democracia brasileira, sobretudo nos tempos atuais”, disse.

Segundo Otavio Leite, o Disque-Denúncia é um dos projetos concebidos na Associação Comercial do Rio que se espalhou por outras regiões do País. A cidade do Rio de Janeiro, observou o deputado, pôde extrair das iniciativas da ACRJ o Plano Estratégico da Cidade, a Agência Rio, dentre outras. “Essa homenagem nada mais é do que algo que referenda e aplaude todos os que estiveram à frente da associação e ajudaram a edificar essa forte estrutura para a democracia e o desenvolvimento”, justificou.

Tradição - Em mensagem lida por Otaviuo Leite, o presidente da Câmara, Michel Temer, afirmou que a homenageada é uma das mais antigas e tradicionais entidades de classe do País e teve papel ativo em muitas das transformações econômicas, sociais e políticas, como os movimentos que levaram à proclamação da Independência, à abolição da escravatura e à consolidação da República.

“O patrono da associação comercial fluminense é o Barão de Mauá, um capitalista em pleno século XIX, quando o Brasil, muito mais do que hoje, era infestado de sanguessugas do Estado. Mauá fundou o Banco do Brasil, depois estatizado por dom João VI. Fundou a indústria naval brasileira e construiu nossa primeira ferrovia, a Estrada de Ferro Mauá, no estado do Rio de Janeiro”, lembrou o presidente. Também prestou homenagem à associação o deputado Miro Teixeira (PDT-RJ).

Foto: Asscom Dep.Otavio Leite