Seu browser não suporta JavaScript!

23/04/2015 | Jornal Lance!

'A CBF terá que dar o ar da graça', diz relator da Medida Provisória do Profut

Por Fábio Suzuki 

O Congresso escolheu na manhã de hoje o deputado Otavio Leite (PSDB-RJ) como o relator da Medida Provisória (MP) do Profut, proposta apresentada pelo governo que visa modernizar o futebol brasileiro. Nesta entrevista exclusiva ao LANCE!, Leite fala do processo de trabalhos que será realizado em Brasília nas próximas semanas e já avisa que convidará a CBF para os debates em relação ao conteúdo da MP.

Com a Comissão definida, quais os próximos passos agora?

Já estamos iniciando o processo de análise das 181 emendas e precisamos ler as linhas e entrelinhas da MP para fazer um bom trabalho. Na próxima terça-feira, iremos apresentar uma agenda com as audiências públicas para mergulhar no tema onde serão convidados clubes, entidades e atletas para debater o assunto.

Há um movimento da CBF e os clubes para minar a MP. Como lidar com isso?
Nossa intenção é procurar um consenso e para isso temos que debater o conteúdo de maneira profunda. E nesse processo está incluída a CBF, que será convidada para discutir a MP e ela tem que ‘dar o ar da graça’ para conversar. Esse é o caminho.

Há parlamentares que defendem a retomada do conteúdo da LRFE, de sua autoria. Como fica essa questão?
Não tem afronte. A MP se apropriou muito do conteúdo da LRFE. O trabalho agora é extrair da proposta do governo o que não for bom para o futebol e recuperar o trabalho que já foi feito pela Câmara em relação ao assunto.