Seu browser não suporta JavaScript!

17/05/2004 | Jornal O Dia

Cesar acerta apoio tucano

PSDB do Rio apresenta lista de exigências para reeleição de prefeito

Os tucanos começaram a definir no fim de semana a lista de exigências que será apresentada ao prefeito do Rio, Cesar Maia (PFL), em troca do apoio do PSDB à sua candidatura à reeleição. Além da vaga de vice, já acertada, o grupo quer levar para o ninho três secretarias e a discussão sobre segurança pública. Outro ponto do acordo será a nacionalização da campanha.

Assim como na disputa em São Paulo, onde o candidato José Serra (PSDB) vai procurar atingir a prefeita petista Marta Suplicy através de críticas ao Governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os tucanos querem espaço para a discussão.

As reivindicações serão colocadas no papel quinta-feita, quando o PSDB definirá o texto a ser entregue a Cesar. O tema segurança foi herdado da deputada Denise Frossard, que desistiu da candidatura à prefeitura. Entre as sugestões estão investimentos na Guarda Municipal, a criação de campanhas contra drogas e parcerias com o Governo do estado. As secretarias pleiteadas ainda não foram definidas.

Os tucanos estariam de olho na Saúde e na Habitação. Na reunião do PSDB, promovida no sábado, os nomes dos pré-candidatos a vice foram ratificados: os deputados federal Ronaldo Cezar Coelho e estaduais Otavio Leite e Luiz Paulo Corrêa da Rocha.

Além do PSDB, Cesar já tem aliança com PTB. Ele namora o PPS, cujo candidato é o deputado André Corrêa, e o PMDB, defendido por Luiz Paulo Conde. As negociações com os peemedebistas estariam esbarrando no secretário de Segurança Pública, Anthony Garotinho. Uma das exigências do PMDB seria o apoio de Cesar à candidatura de Garotinho à Presidência.