Seu browser não suporta JavaScript!

30/06/2011 | Portal R7

Comissão da Câmara aprova convite a Palocci

Por Renata Varandas, da TV Record

Pouco menos de um mês depois da demissão de Antônio Palocci e do esvaziamento do noticiário sobre a crise política provocada pelas denúncias contra ele, a oposição na Câmara conseguiu driblar o governo, aprovando um requerimento que convida o ex- todo-poderoso-ministro da Casa Civil a comparecer ao Congresso.

O requerimento do primeiro vice-líder tucano na Câmara, Otavio Leite, foi aprovado na Comissão de Educação da Casa sob o pretexto de que Palocci deve ir à Comissão para debater dois projetos de lei que são muito semelhantes a um terceiro que foi apresentado por ele, em 2008, mas que acabou arquivado.

Os projetos sugerem que “informações biográficas de pessoas de notoriedade pública ou cuja trajetória pessoal ou profissional tenha dimensão pública ou esteja inserida em acontecimentos de interesse da coletividade" poderiam ser publicadas sem a autorização do biografado.

“Curiosamente, por meio de uma ideia do ex-deputado Antonio Palocci, poderá o ex-ministro falar sobre sua própria biografia e esclarecer a sociedade brasileira as páginas escritas, mas não reveladas, da sua atividade de consultor milionário. Eis uma grande oportunidade para o ministro Palocci esclarecer e informar a sociedade as páginas não reveladas de sua própria biografia”, declara o autor do requerimento.

Apesar do entusiasmo da oposição, Palocci, que foi apenas convidado, não deverá pisar na Câmara para participar dessa ou de qualquer outra audiência em comissão. O episódio, no entanto, denota desmobilização da base aliada. Resta saber se houve intensão política no cochilo.