Seu browser não suporta JavaScript!

05/09/2003 | Jornal do Brasil Online

Comissão Pró-Emissário realiza nova audiência

A Comissão Pró-Emissário da Alerj realizou audiência pública com a presença de representantes das empreiteiras responsáveis pelas obras do emissário submarino na Barra da Tijuca, da rede coletora de esgoto em Jacarepeguá e da estação de tratamento.

Eric Leahy, da Construtora OAS, revelou que dos cerca de R$ 42 milhões, correspondentes ao orçamento para construção da ETE (LOTE 2) a empresa já recebeu cerca de R$ 30 milhões, mas a conclusão da estação de tratamento só deverá ocorrer daqui a sete meses.

Já Samir Abujamra, da Banenge, revelou que a empresa ficou numa situação bastante delicada após a dissolução do consórcio responsável pela construção da rede coletora.

O presidente da Comissão Pró-Emissário, Otavio Leite (PSDB) fez um resumo da evolução das obras e revelou que, na próxima segunda-feira terá uma reunião com o presidente do Tribunal de Contas do Estado, José Graciosa, para obter informações sobre o andamento deste processo.

Leite adiantou que o presidente da Cedae, Aluízio Meyer, será convidado para a próxima audiência.

05/09/2003, às 16h45m