Seu browser não suporta JavaScript!

20/05/2016 | Jornal do Brasil

Conotel 2016 destaca união do turismo em tempos de crise

Durante a abertura oficial da 58ª edição do Congresso Nacional de Hotéis (Conotel 2016), realizada em 19 de maio, no Centro de Eventos Pro Magno, em São Paulo, representantes da hotelaria afirmam a necessidade de união do segmento no momento de crise econômica e de os empresários se posicionarem diante do novo governo. 

Alexandre Sampaio, presidente do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur), da CNC, e da Federação Nacional de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (FNHRBS), acredita que o turismo pode ajudar o País a sair da crise, mas os empresários precisam se unir para fortalecer o setor. “Temos um papel como empresários de encaminhar nossas demandas e brigar por nossos direitos e interesses. O turismo pode ser uma alavanca para o desenvolvimento e a recuperação economica do País, e, por isso, também convoco os deputados federais a serem parceiros e que possam nos ajudar com as demandas prioritárias para alavancar o crescimento e a competitividade do setor”, disse Sampaio. 

Para Dilson Jatahy, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional), entidade realizadora do Conotel, o segmento é um dos primeiros a sentir a crise, pois o turismo é visto como supérfluo, e também um dos últimos a se recuperar. Por isso, ele defendeu a valorização do turismo interno. “Turismo nao é luxo, é um momento de investir em si próprio e é importante para o bem-estar do ser humano. Precisamos incrementar o turismo interno, devemos conscientizar o brasileiro a conhecer o Brasil”, defendeu Dilson durante a solenidade. 

Entre as autoridades presentes no evento, o presidente da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados e da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo, deputado Herculano Passos, agradeceu o apoio e parceria da CNC nos eventos e na representação do setor. “Agradeço o trade em nome do Alexandre Sampaio, que representa aqui a CNC, grande apoiadora de todos os eventos do segmento e que está presente no acompanhamento dos nossos trabalhos na Câmara, atuando sempre em conjunto para o desenvolvimento do turismo.” 

Herculano defendeu ainda o turismo como um fator de desenvolvimento social. Segundo ele, enquanto a indústria demitiu mais de um milhão de funcionários com a crise e a agricultura está sendo mecanizada, o setor de serviços é o grande empregador no País. “Vocês que são do setor de serviços é que geram emprego, são mais de 70 segmentos na cadeia de turismo e grande parte intensiva na contratação de mão de obra”, disse ele. “É preciso que a agenda do turismo tenha perspectiva de ser concretizada. Se foi possível flexibilizar o visto no período das Olimpíadas, é hora de conquistar isso de forma perene. Outro tema importante, aprovado na Câmara e que está no Senado, é permitir que a Lei Rouanet possa ser usada no turismo”, acrescentou o deputado federal Otavio Leite, na abertura do Conotel. 

O Conotel 2016 acontece até o dia 20 de maio, em São Paulo, e nos dois primeiros dias já reuniu mais de 600 participantes, entre empresários da hotelaria e representantes de entidades do turismo.