Seu browser não suporta JavaScript!

21/02/2015 | Jornal O Globo

Contra-ataque

Incomodados com a demora do governo, que criou um grupo interministerial para rediscutir a Lei de Responsabilidade Fiscal, um grupo de parlamentares retorna, na terça-feira, a discussão do texto original que esteve perto de ser votado em 2014. O objetivo é fazer retoques e encaminhá-lo para votação. Relator do projeto que esbarrou em divergências entre clubes e Bom Senso, o deputado federal Otavio Leite (PSDB-RJ) promete um texto "enxuto e de consenso", mantendo contrapartidas de gestão e fair play financeiro dos clubes, em troca do parcelamento da dívida dos clubes em 240 meses e com correção pela taxa Selic.