Seu browser não suporta JavaScript!

08/11/2013 | Jornal Monitor Mercantil digital

Deputado critica ideia de aumento de 25% no IPTU

O deputado federal Otavio Leite (PSDB) classificou a possibilidade de o IPTU na cidade do Rio de Janeiro ter aumentos de até 25%, como em São Paulo, caso o projeto em estudos na Prefeitura carioca venha ser apresentado, como absurda, e prometeu mobilizar os dois vereadores tucanos na Câmara. Lembrou que, quando era vereador no Rio, criou, juntamente com outros parlamentares, um sistema para conferir a necessidade de aumento do IPTU à época:

– Nós conseguimos mostrar que a proposta de reajuste então constava um aumento que chegava a mais de 800%. Nós nos insurgimos, questionamos, porque o IPTU já sofre uma correção anual, incorporando a correção monetária do período (IPCA). O aumento real de IPTU é um absurdo, principalmente numa realidade na qual o governo impõe aos brasileiros cerca de 37% de todo o PIB composto de tributos.

Para o deputado tucano, o aumento do imposto, com a bolha imobiliária, é irreal. No caso de São Paulo, disse que o Estado está recebendo um grande benefício por conta da aprovação de uma proposta de alteração da Lei de Responsabilidade Fiscal. A dívida caiu de R$ 54 bilhões para R$ 24 bilhões. “Isso já é um tremendo benefício”.

– Concordo como deputado federal Otavio Leite de mobilizar sua bancada. Ele trabalha com a hipótese de que o prefeito possa apresentar o projeto. Mas, depois da greve do magistério, depois de todas as manifestações, acho que ele (Paes) não teria a petulância de apresentar o aumento de IPTU nesse momento, opinou o vereador Cesar Maia (DEM).

Sobre a falta de recursos da Prefeitura, o vereador do DEM frisou que o “caixa ainda não começou esvaziar”. Segundo ele, a falta de recursos deve acontecer no último ano de governo.

– O caixa da Prefeitura é suficiente para ir tocando as obras. A única coisa que tenho sentido é que as obras não têm mais a velocidade que tinham anteriormente. Estão agora numa fase mais lenta”.