Seu browser não suporta JavaScript!

13/09/2011 | Ascom Dep.Fed.Otavio Leite

Deputado Otavio Leite recebe medalha JK em Diamantina

A entrega da medalha Presidente Juscelino Kubitschek na segunda-feira (12) encerra a Semana JK, aberta na última terça-feira (6) com extensa programação cultural. Além de shows musicais, foi lançado o documentário “JK no exílio”, escrito a partir de relatos de familiares, amigos e dos depoimentos de Maria Alice Berengas, secretária de JK durante o exílio na França. Também foi lançado o livro “JK e o passarinho”, do escritor Divaldo Jardim, que conviveu com Juscelino. No sábado (10), foi promovida a tradicional Vesperata Diamantinense (encontro de bandas).

A filha de JK, Maria Estela Kubitschek, lembrou da emoção que sente a cada vez que seu pai é lembrado e homenageado. “É uma importância não só cívica para o Brasil, pelo fato de ser Juscelino Kubitschek a pessoa que tanto fez pelo Brasil, que tanto pensou o Brasil, que nasceu nesta cidade maravilhosa de Minas Gerais", afirmou.

Afilhado de batismo do ex-presidente Juscelino Kubitschek, o deputado federal Otavio Leite (PSDB-RJ), também homenageado com a medalha, ressaltou que o ex-presidente é uma inspiração permanente para ele.

“É uma honra inexplicável, porque Juscelino é sem dúvida aquele que foi o maior presidente da nossa história. Tem uma palavra que é muito bonita, muito encantadora por assim dizer, chama-se futuro. O futuro, ele é nosso amigo, com ele a gente trabalha na perspectiva de uma manhã melhor. No meu entendimento, a palavra futuro tem nome e sobrenome, Juscelino Kubitschek de Oliveira. Ele é uma inspiração permanente. Isso me conforta a alma profundamente, sobretudo me inspira a trabalhar como um homem público seguindo as diretrizes e ideais desse magnífico brasileiro chamado Juscelino Kubitschek”, disse o deputado.

Fonte parcial: Agência Minas (Governo Estadual)

Crédito da foto: Charles Cesconetto