Seu browser não suporta JavaScript!

24/09/2015 | Jornal Panrotas online

Deputado: verba comprova falta de prioridade ao Turismo

O deputado federal Otavio Leite, membro da Comissão de Turismo da Câmara, que ontem recebeu o ministro Henrique Alves, do Turismo, ouviu com atenção o discurso deste último, que, como todo novo ministro que chega à pasta, se disse inconformado com a pequena quantidade de turistas estrangeiros que o Brasil recebe. “Há dez anos estamos entre os cinco e seis milhões de visitantes”, disse o deputado Otavio Leite. “O ministro citou que outros países gastam bem mais que o Brasil em promoção no Exterior e resolvi ir atrás dos números”, continuou o parlamentar. Henrique Alves voltou a falar do assunto hoje cedo, na abertura da Feira da Abav.

O resultado da pesquisa de Otavio Leite é mais alarmante do que se imaginava: no ano passado, quando recebemos a Copa do Mundo, o Brasil gastou apenas US$ 14 milhões em promoção em outros países. O resultado está tendo efeito este ano, quando os gastos de estrangeiros no Brasil desabaram, quando deveria ser o contrário, com o estímulo do dólar forte. Pior ainda: em 2015, segundo a pesquisa do deputado Otavio Leite, a Embratur gastou apenas US$ 3 milhões em promoção no Exterior, em parte devido ao contingenciamento do orçamento federal.

Enquanto isso, o México separou US$ 485 milhões para investir em promoção internacional, a Colômbia US$ 100 milhões, o Equador US$ 95 milhões, o Panamá US$ 80 milhões e a Argentina US$ 58 milhões.

Diante disso vem a pergunta: o Turismo é mesmo prioridade para o governo federal?