Seu browser não suporta JavaScript!

27/01/2012 | Agência Câmara

Deputados acompanham investigação sobre desabamentos no Rio de Janeiro

Por Verônica Lima/Rádio Câmara

Deputados da bancada fluminense acompanham o trabalho da Defesa Civil na busca de desaparecidos e na investigação sobre as causas do desabamento de três edifícios no centro do Rio de Janeiro na última quarta-feira (25). A Polícia Civil do estado abriu inquérito para apurar as responsabilidades pelo desabamento, no qual caíram um prédio de 20 andares, outro de 10 e um imóvel de 5 pavimentos.

Os parlamentares avaliam que além da perícia sobre a causa da queda desses prédios, devem ser avaliadas também as condições estruturais de outras edificações da cidade.

Prédios antigos

O deputado Otavio Leite (PSDB-RJ) lembra que o centro do Rio tem ocupação muito antiga e em áreas aterradas. "Ali na Cinelândia, nas primeiras décadas do século passado, a água vinha praticamente até a praça. Aos poucos, houve uma série de aterros em consequência da expansão urbana da cidade. Então, o subsolo do centro do Rio é muito complexo. Não existe um mapeamento detalhado".

Insegurança

O deputado Chico Alencar (Psol-RJ) também considera importante uma vistoria nos prédios mais antigos, que podem não ter recebido as atualizações estruturais necessárias em função de obras mais recentes, como a construção do metrô.

"Todo mundo aqui no Rio está meio apavorado quando vai trabalhar, inclusive em prédios altos, porque é claro que um fenômeno como esse gera uma insegurança. Será que isso não pode acontecer com o meu? Porque há sempre aquele temor, que não é infundado, de que a fiscalização pelos órgãos públicos não esteja sendo feita de maneira adequada".

Chico Alencar defende que os esforços das autoridades locais sejam direcionados mais para a manutenção das edificações já existentes do que para a construção de grandes estruturas para os eventos que a cidade vai sediar, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olímpiadas de 2016.