Seu browser não suporta JavaScript!

10/05/2018 | Portal do PSDB na Câmara

Deputados homenageiam Movimento Empresa Júnior e defendem empreendedorismo

Por  Djan Moreno

A Câmara realizou nesta quinta-feira (10) sessão solene em homenagem aos 30 anos do Movimento Empresa Júnior (MEJ) no Brasil. A iniciativa da cerimônia foi do deputado Otavio Leite (RJ), um dos principais incentivadores do movimento no Congresso Nacional.

Otavio acredita que a ponte para o futuro se desenvolve com educação de qualidade e desenvolvimento econômico. Nesse sentido, destacou, o empreendedorismo é fundamental para as mudanças que o país necessita e o esforço dos jovens do MEJ tem feito toda a diferença.

O deputado defendeu o reconhecimento do movimento por parte das universidades. Em sua avaliação, elas devem compreender que as EJs devem contar nos currículos como uma possibilidade de extensão e os que quiserem participar tenham facilidades. Em outra frente, o tucano defende que algumas isenções na prestação de serviço se incluam àquelas oferecidas pelas EJs. “Nossa meta é sensibilizar os deputados para que até o final do ano possamos aprovar essa matéria”, disse.

Como relator da nova proposta do Simples Nacional, Otavio trabalha para que sejam oferecidas facilitações para a formalização rápida das EJs. Uma proposta do tucano – o Inova Simples – estabelece um regime especial simplificado que concede às iniciativas empresariais de caráter incremental e/ou ‘disruptivo’, que se autodeclarem como Startups ou empresa de inovação, um tratamento diferenciado visando estimular a sua criação, formalização, desenvolvimento e consolidação como agentes indutores de avanços tecnológicos e da geração de emprego e renda.

O deputado Izalci Lucas (DF) parabenizou o movimento e disse que este é o momento para aperfeiçoar a legislação e impulsionar seu crescimento. O tucano também defendeu a valorização do empreendedorismo e dos incentivos fiscais. “Temos que buscar os avanços para que todos tenham seu próprio negócio, desenvolvam suas ideias e tenham o financiamento necessário”, disse.

EMPREENDEDORISMO FORTALECIDO

Durante a sessão solene, um vídeo explicativo mostrou a atuação das empresas juniores, que surgem com o inconformismo de jovens que querem mudar a realidade ao seu redor. As EJs são formadas exclusivamente por estudantes universitários que gerenciam todos os projetos e processos de uma empresa de verdade e realizam serviços de alta qualidade, cobrando valores abaixo de mercado, por não terem fins lucrativos. São mais de 20 mil jovens universitários que compõem mais de 600 EJs em todo país.

Para potencializar o movimento, surgiu a Brasil Júnior, a confederação das EJs, que representa e dá suporte às 25 federações que impulsionam o MEJ em suas respectivas unidades federativas. Por meio da atuação em rede, estimula a atuação dos jovens empreendedores, que têm contribuído com o desenvolvimento do país.

O presidente da Brasil Júnior, Iago Maciel de Souza, enalteceu o trabalho de Otavio Leite pelo MEJ e de todos que têm atuado pelo fortalecimento do movimento. Souza destacou que, para se tornar uma grande potência, o país precisa de grandes universidades e de um empreendedorismo fortalecido.

O diretor de relacionamento da Concentro – Federação das EJs do DF, Luiz Felipe Guerra, falou sobre os desafios e realizações da federação. Em 2017, as juniores da capital federal movimentaram mais de R$ 2,5 milhões reinvestidos na educação. Foram desenvolvidos mais de mil projetos, sendo 216 diretamente para micro e pequenas empresas. “Tudo isso garante que o MEJ seja o maior movimento estudantil organizado de fomento e empreendedorismo do mundo, contando hoje com mais de 20 mil empresários juniores que contribuem para a melhor formação de universitários, que impactam diretamente na educação e no ecossistema empreendedor brasileiro”, afirmou.

Foto: Alexssandro Loyola