Seu browser não suporta JavaScript!

13/06/2003 | Jornal O Globo

Deputados querem separar as contas

As lideranças de partidos iniciaram na Alerj a discussão sobre a apreciação do relatório do TCE que chega hoje à casa. Parlamentares estudam meios de driblar o relatório do TCE — que analisou todo exercício de 2002— e querem analisar separadas as contas das gestões de Garotinho e Benedita da Silva.

A bancada petista se reúne na terça-feira. Segundo Carlos Minc, no encontro também estarão presentes os ex-secretários da gestão de Benedita da Silva, Nelson Rocha (Fazenda) e Renê Garcia (Controle). Uma das hipóteses que será discutida é rejeitar o parecer do TCE, aprovando as contas das duas gestões com ressalvas.

Já a bancada do PSB se reúne na segunda-feira para discutir o relatório e definir a posição do partido. O líder na Alerj, deputado Geraldo Moreira, disse que a análise deverá ser técnica, apesar de reconhecer que é uma discussão política. No dia seguinte, o encontro será com a executiva do PSB, com a presença de Garotinho:

— A posição do partido é na divisão das responsabilidades.

O deputado Otavio Leite (PSDB) disse que a Comissão de Finanças vai requerer que integrantes do corpo técnico do TCE façam uma minuciosa exposição do relatório.