Seu browser não suporta JavaScript!

25/02/2011 | Jornal O Dia

Direção do Colégio Pedro II instala novos bebedouros

Alunos afirmam haver um pavilhão inteiro climatizado mas fora de uso na unidade

Rio - O apelo de estudantes por um pouco mais de conforto nas salas de aula começa a dar resultados. Ontem, a direção do Colégio Pedro II iniciou a instalação de novos bebedouros no campus de São Cristóvão. Alunos fizeram protesto esta semana contra a água de má qualidade. Na unidade, apenas setores administrativos contam com ar-condicionado.

Os alunos denunciam que, enquanto sofrem com o forte calor nas salas, um pavilhão inteiro que não está sendo usado é climatizado. “Esperamos um planejamento prometido para a solução dos problemas até terça-feira, pois, do contrário, vamos começar a boicotar as aulas”, avisou João Pedro Teixeira, 17 anos, um dos líderes do movimento.

Em resposta ao pedido de informação do deputado federal Otavio Leite (PSDB-RJ), que questiona a compra de 28 aparelhos de ar condicionado e 60 ventiladores ano passado, no valor de R$ 110,8 mil, conforme o Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi), a direção do Pedro II, em nota assinada pelo chefe de gabinete Sidney Drago, respondeu : “Dez aparelhos de ar condicionado foram instalados nas unidades I e II de Realengo; 18 foram parcialmente entregues este mês, também nas mesmas unidades, embora haja a possibilidade de remanejamentos; já os ventiladores foram instalados nas Unidades São Cristóvão I e II”.

A diretora do Sindicato Estadual de Profissionais da Educação (Sepe), Vera Nepomuceno, alertou que em outras escolas das zonas Norte e Oeste, estudantes também se mobilizam contra o calor. “Professores estão apoiando, pois também sofrem com o calor dentro das salas”, afirmou Vera.