Seu browser não suporta JavaScript!

27/09/2007 | Jornal do Brasil

Eleições municipais 2008

Encontro com Cesar Maia selou indicação

A deputada federal Solange Amaral (DEM-RJ) será a candidata do Democratas à prefeitura do Rio nas eleições do ano que vem. Pelo menos outros quatro nomes da legenda concorriam à indicação. O martelo foi batido pelo prefeito do Rio e padrinho político de Solange, Cesar Maia, na sexta-feira à tarde. Antes de viajar para Nova York, o prefeito chamou a deputada para oficializar o convite, que foi aceito. O encontro foi testemunhado pelo deputado federal Otavio Leite, do PSDB, ex-vice-prefeito de Cesar e potencial candidato tucano na disputa de 2008.

­ Solange, você terá carta branca ­ disse Maia à aliada.

A pré-campanha vai começar pela TV a partir do mês que vem. Para driblar a lei eleitoral, que proíbe propaganda antecipada, Solange usará o tempo de TV e rádio do Democratas, no Estado, para fazer um balanço de suas atividades parlamentares durante o ano em Brasília. Vai destacar as parcerias entre a prefeitura e o governo do Estado, o mote de sua campanha ano que vem.

­ Vamos mostrar que pela primeira vez o Rio está unido ­ adiantou ontem a deputada, no Congresso, enquanto gravava uma chamada para a TV Câmara.

Solange é conhecida no Rio. Foi candidata apoiada por Cesar ao governo do Estado, em 2002, e atuou à frente da Secretaria de Habitação da prefeitura. A partir do fim do mês, a deputada coloca o time em campo. Teve a autorização do prefeito para montar equipe de pré-campanha e preparar o material de propaganda com as parcerias entre o município e o Estado.

Solange será a candidata da chapa DEM/PMDB ­ que terá o vice. O presidente nacional do DEM, deputado federal Rodrigo Maia (RJ), filho de Cesar, ainda evita divulgar o nome de Solange, mas admitiu que o material de propaganda do partido, focalizando os convênios com o Estado, está em elaboração.

­ Não é hora de cobrar o apoio do governador Sérgio Cabral ­ disse Rodrigo. ­ Mas uma hora, evidentemente, ele vai aparecer naturalmente no nosso apoio. Rumores de que Rodrigo Maia e Sérgio Cabral encontraram-se semana passada em Roma, na Itália, para tratar de detalhes do apoio, ganhapudiou o esforço do aliado. ­ É um direito de Itagiba. Mas já está tudo definido. O candidato é do DEM e o vice, do PMDB.

O deputado Otavio Leite confirmou ao JB ontem que testemunhou a confirmação de Solange como candidata de Cesar. O tucano disse que estava no gabinete do prefeito, como aliado e amigo, para pedir ao prefeito, como um dos líderes do DEM, apoio da bancada na Câmara para um projeto de lei que concede benefícios para o município na educação. ­

Sou candidato do PSDB no Rio e estarei no segundo turno ­ reforçou Leite, que não descartou apoiar Solange. ­ Mas num eventual segundo turno com Solange à frente, é óbvio que temos a possibilidade de aproximação entre os dois partidos. Os outros nomes que disputavam a indicação com Solange eram o do deputado federal Índio da Costa, do secretário municipal de Obras, Eider Dantas, da secretária municipal de Meio Ambiente, Rosa Fernandes, e do secretário de Turismo, Rubem Medina.