Seu browser não suporta JavaScript!

02/08/2004 | Jornal O Dia

Eles querem ser vice

Os candidatos a vice-prefeito do Rio não querem ficar no anonimato. Ao contrário, botam banca de atuantes e repudiam a possibilidade de serem tratados como bibelôs.

Ao que tudo indica, eles podem ser curingas nessa guerra eleitoral cuja única conquista é o voto. Por isso, sobram razões para que os prefeitáveis os tratem a pão-de-ló. Quando o assunto é o cargo que pretendem ocupar, alguns desconversam.

Donos de respostas em tom ensaiado, afirmam que querem administrar junto do prefeito e rejeitam o título de eventual substituto. Entre os candidatos mais bem colocados nas pesquisas, lá vão as opções de vices: Martha Rocha (PSB), delegada de polícia; Manoel Ferreira (PP), pastor evangélico; Luiz Fernando Gutman (PCB), engenheiro químico; Otavio Leite (PSDB), legislador, e Kathia Kozlowski (PL), advogada. Façam suas apostas!

O tucano de Cesar

Otávio quer investimentos no turismo e nos deficientes

Às 6h do primeiro dia de campanha nas ruas, o deputado estadual Otavio Leite (PSDB), 42 anos, já caminhava pela Central do Brasil em busca de votos para Cesar Maia (PFL). “Jamais serei um vice decorativo. Cesar tem dito que é preciso tomar cuidado com os vices. Ele está certo”, comenta. O parlamentar garante que ainda não pensou na secretaria em que desejaria atuar. Mas fala na importância dos investimentos no turismo, na criação de empregos, e na sua mais conhecida bandeira em favor da qualidade de vida dos portadores de deficiência física.

Sergipano de Aracaju, Otávio é afilhado de batismo do ex-presidente Juscelino Kubitschek. Advogado e professor universitário, o deputado é autor de quase 100 leis em vigor no estado e no município. O parlamentar já comandou uma pasta da prefeitura: foi secretário municipal de Governo na administração de Marcello Alencar.

“Poder compor uma chapa com Cesar Maia me dá a possibilidade de estar mais próximo do núcleo de decisão da prefeitura”, acredita o deputado. Entre as suas principais bandeiras, além das políticas direcionadas à melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência, está o desenvolvimento do turismo. Na Assembléia Legislativa, tem destacada atuação como presidente da Comissão Especial Pró-Emissário da Barra.”