Seu browser não suporta JavaScript!

15/04/2011 | Jornal Mercado e Eventos online

Embratur comemora crescimento de 13,5% de turistas da América Latina

Por Luiz Marcos Fernandes

O Brasil recebeu no ano passado um fluxo de 5,16 milhões de turistas estrangeiros. Apesar de um crescimento tímido, contra 5,04 obtidos em 2009, a Embratur destacou o fato de que na América Latina o fluxo de visitantes cresceu 13,5%. Segundo Mário Moysés, presidente da Embratur, este resultado revela que a política de se investir no Cone Sul tem dado resultados.

"Foi muito importante este crescimento e mostra que este é o caminho para captarmos um volume maior de turistas estrangeiros", adiantou. Em relação aos Estados Unidos o crescimento foi de 5% e em relação à Europa o número de turistas se manteve estável comparado a 2009.

Para Mário Moysés os números só não são mais expressivos em função do valor da cotação do dólar, o que a seu ver, encarece o produto Brasil. "Certamente com o dólar baixo isso não representa vantagem para os estrangeiros e a saída é melhorar a qualidade do nosso produto. Nisso é que temos que investir a partir de agora", explicou.

Com o resultado obtido, o presidente da Embratur já faz uma estimativa para este ano e aposta num crescimento do fluxo de estrangeiros na ordem de 6%. "Sei que fatores podem mudar para melhor ou pior este quadro, mas em princípio esta é a base que estamos trabalhando para 2011", adiantou.

O dirigente participa da abertura da Brite no Rio, que conta também com outras autoridades. Entre elas o secretário de Turisnmo do Rio, Ronald Ázaro, os diretores da Embratur, Marco Lomanto e Marcelo Pedroso, o secretário de Turismo, Antonio Pedro, o secretário executivo do RCVB, Paulo Senise, o subsecretário de esportes, Nilo Sérgio, o vice presidente da CNC, Eraldo Alves, o presidente da FBHA, Alexandre Sampaio, o presidente da ABIH Rio, Alfredo Lopes, o deputado Otavio Leite, entre outros.