Seu browser não suporta JavaScript!

30/07/2010 | Jornal O Dia

Emendas olímpicas: crítica também na oposição

A oposição implica como mandato de quatro anos para o presidente da APO (Autoridade Pública Olímpica): o indicado seria o ministro Orlando Silva. Emenda do deputado Otavio Leite (PSDB) propõe que ele fique no cargo até dezembro. O novo presidente da República é que indicaria o responsável pela APO até 2014.