Seu browser não suporta JavaScript!

30/07/2012 | Jornal do Brasil

Estelionato eleitoral

Por Igor Mello

Durante evento no Clube de Engenharia nesta segunda-feira (30), Otavio Leite (PSDB) aproveitou e não perdeu a oportunidade de provocar o prefeito peemedebista Eduardo Paes, único dos principais candidatos a não comparecer.

Segundo o tucano, o adversário "estaria em maus lençóis" se a lei que determina o registro dos planos de governo como condição para o registro de candidaturas já valesse em 2008. Para Leite, o peemedebista se utilizou de promessas que não viria a cumprir em diversos momentos de sua campanha, em 2008:

"Isso é estelionato eleitoral. Prometeu durante a campanha que não aumentaria a carga tributária da cidade, por exemplo. Logo após ser eleito criou a taxa de iluminação pública", alfinetou.

O deputado federal costuma adotar um tom mais conciliador e afirma não gostar de comentar as demais candidaturas. Mas, aos poucos e mesmo com a habitual fala mansa, Leite vai mostrando que tucano também sabe colocar as garras de fora.