Seu browser não suporta JavaScript!

14/06/2005 | Terra

Fashion Rio impulsiona investimentos em moda

O mercado da moda brasileiro movimenta milhões em investimentos. A importância do setor impulsiona Estados e municípios a incentivar a indústria têxtil na tentativa de bater o recorde de faturamento alcançado em 2004, que chegou a US$ 25 bilhões.

´O Rio de Janeiro tem uma legislação ousada de incentivo. O empresário paga apenas 2,5% de impostos sobre o faturamento, incluindo ICMS. Isso fez com que muitas empresas desistissem de fechar as portas´, diz o secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio de Janeiro, Maurício Chacur.

Nesta edição, a prefeitura também se colocou à disposição do evento. ´O Rio é vaidoso e criativo e não há nada mais natural do que mostrar suas criações, que têm a beleza e leveza da cidade. A prefeitura cedeu o MAM para realizar o evento e misturar arte e moda no mesmo local´, diz o secretário de Cultura do município, Ricardo Macieira. Fazendo coro, o vice-prefeito, Otavio Leite, completa a importância do evento para a cidade. ´Os desfiles acabam aumentando a auto-estima do Rio´.

A Abit, de olho no encolhimento do setor causado pela valorização do real e pelas altas taxas de juros, que brecam o consumo, pretende atuar em cinco focos principais para manter os bons números registrados em 2004. Entre os principais está a exigência de reforma tributária para o setor têxtil, o que deixaria o Brasil mais competitivo no mercado externo e aqueceria o consumo interno.