Seu browser não suporta JavaScript!

24/01/2007 | Jornal O Globo

Fruet critica encontro de Aldo com deputados às vésperas da eleição

Ao sair da sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), onde pediu a bênção do secretário-geral Dom Odilo Pedro Scherer, o tucano Gustavo Fruet (PR) disse estar otimista com os apoios que a candidatura da terceira via à presidência da Câmara têm recebido. Fruet criticou um encontro de Aldo Rebelo (PCdoB-SP), um dos seus adversários na disputa, com os deputados no dia 29, no qual o atual presidente da Câmara deve fazer um balanço de sua gestão. Ele não acredita que Aldo tenha marcado o encontro às vésperas da eleição para pedir votos, mas acha inadequada a data da reunião.

A lição de casa são os dois anos que ele esteve na Câmara, e não uma aula de véspera. Não acredito que tenha sido de propósito, mas é preciso um regra para evitar isso - afirmou.

Fruet foi à CNBB acompanhado dos deputados Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), Raul Jungmann (PPS-PE), Luiza Erundina (PSB-SP) e o deputado eleito Otavio Leite (PSDB-RJ). Na audiência, a CNBB entregou um texto com propostas para o país. Na saída do encontro, Erundina disse que a candidatura de Fruet é a garantia de independência entre os três poderes. Segundo ela, a terceira via está comprometida com o voto aberto e a restrição de medidas provisórias, além da independência em relação ao Executivo.