Seu browser não suporta JavaScript!

11/03/2008 | Jornal O Globo

Gabeira lança candidatura com apoio do PSDB, que pensa em 2010

RIO - A candidatura de Fernando Gabeira (PV-RJ) para a prefeitura do Rio de Janeiro, lançada oficialmente nesta terça-feira, pode ser o primeiro passo para uma coligação PSDB-PV na eleição presidencial de 2010.

Caberá ao PSDB indicar o vice de Gabeira e o nome mais cotado até o momento é o do deputado estadual Luiz Paulo Correa da Rocha. A coligação no Rio de Janeiro inclui também o PPS, outro potencial aliado tucano para 2010.

O deputado federal Otavio Leite abriu mão de sua candidatura a pedido dos caciques do partido, que defendiam a aliança com Gabeira.

- Sem dúvida, eles devem estar pensando nisso (sucessão presidencial). Seu eu fortalecer as relações políticas, passarei a dar uma contribuição para 2010 - disse Gabeira.

Um dos líderes do PSDB no Estado, o ex-governador Marcelo Allencar, confirmou que as relações com o DEM, aliado nas últimas eleições, estão desgastadas e o objetivo do partido é buscar uma frente mais ampla para 2010.

- Não tenha dúvida que essa aliança dando certo fortalece 2010. Um dos nossos objetivos é ampliar a nossa força política...Nós queremos regenerar o Rio, que é um problema nacional - disse Alencar.

Gabeira afirmou que a coligação não está fechada e que outros partidos poderão integrá-la, entre eles o PDT. Ele disse que vai seguir a linha de Leonel Brizola na área da educação, mantendo as crianças mais tempo na escola.

- Estamos completamente abertos ao PDT. Os militantes me conhecem. Eles poderão avaliar quem pode avançar mais. O aceno é para o partido e para todos os militantes - disse Gabeira.

Ele cogita ainda melhorar o diálogo com o PT e o governo federal, apesar de reconhecer que há resistência no partido por suas críticas à existência de corrupção no governo.

- É muito saudável essa relação que o governo do Estado está tendo com o governo federal. Pretendo repetir, mas vou ter que ir devagar, porque ainda há um pouco de lembranças do passado que serão superadas com o tempo - disse Gabeira.

- Isso tem a ver com o meu trabalho como parlamentar, contra a corrupção. Minha crítica ao PT é que ele contribuiu para degradar as relações políticas no país - acrescentou.