Seu browser não suporta JavaScript!

14/03/2012 | Portal do PSDB na Câmara

Governo atende pedido de tucanos e retira venda de bebidas alcoólicas da Lei Geral da Copa

Os líderes da base aliada decidiram nesta quarta-feira (14/3) retirar do texto da Lei Geral da Copa 2014 (2330/11) qualquer referência a bebidas alcoólicas. A supressão atende emenda apresentada pelos deputados tucanos Otavio Leite (RJ) e Vanderlei Macris (SP), que proíbe a comercialização nos estádios

“Finalmente, um gesto de bom senso do governo. Já havíamos apresentado emenda para suprimir do texto a venda de bebidas. Essa é uma vitória da sociedade brasileira e da paz nos estádios”, afirma Otavio Leite. O Estatuto do Torcedor, norma em vigor no país sobre o tema, não permite a venda de álcool nas arenas.

Macris anunciou que, na próxima semana, será apresentado o relatório final do colegiado que estudou o problema do excesso de consumo da substância. Foram realizadas mais de 30 audiências e ouvidos médicos, psiquiatras e autoridades. Para ele, a retirada do item é um avanço. “Na verdade, é a vitória do bom senso. Precisamos efetivamente manter a legislação brasileira e proibir o uso de bebida alcoólica nos estádios também durante a Copa.”

Inicialmente, a Comissão Especial aprovou a venda de bebidas nos jogos. A votação da lei em plenário acontece na próxima semana.

Foto: Diogo Xavier/Ag. Câmara