Seu browser não suporta JavaScript!

22/08/2012 | Jornal O Globo on line

Internet é uma das apostas de Otavio Leite

Internet é a aposta dos candidatos com pouco tempo no rádio e na TV

Por Luiz Gustavo Schmitt

RIO - Com menos tempo de TV, candidatos de oposição ao prefeito Eduardo Paes (PMDB) apostam na internet para compensar a exposição diante do eleitorado. A ideia é reverter a vantagem de Paes, que terá 16m17s no horário eleitoral gratuito. Em seu primeiro programa de TV, Marcelo Freixo (PSOL), que tem 1m22s, vai fazer nesta quarta-feira à noite uma espécie de puxadinho eleitoral, que emendará um bate papo ao vivo com internautas por meio da rede social twitcam. Otavio Leite (PSDB) adotará estratégia semelhante e terá toda semana um chat nos mesmos moldes, após a exibição na telinha dos seus 3m20s.

- As campanhas na TV são muito desiguais. Esse contato pela internet ajuda a tentarmos ampliar o diálogo com a população, para apresentar nossas propostas e também ouvir as demandas. A gente tem uma presença forte na internet, sobretudo no facebook, onde a militância faz campanha por conta própria - disse Marcelo Freixo, que aparece em segundo lugar na pesquisa de intenção de votos do Ibope, com 12 pontos percentuais, contra 47% de Eduardo Paes.

Freixo também tem disponibilizado vídeos da campanha em sua página oficial de internet. Lá, eleitores podem baixá-los e editar o material. A avaliação é de que é preciso estimular os eleitores a replicarem o conteúdo de forma criativa e viral. O deputado estadual também tem feito sua campanha pelo facebook. Na semana passada, uma plenária com militantes de Freixo, que se articularam pela rede social, reuniu cerca de 2, 5 mil pessoas na Cinelândia, segundo a polícia militar.

A campanha de Otavio Leite faz mistério sobre os dias e horários em que irá promover as conversas online com o candidato. O produtor de TV, Julio Uchôa, adianta, no entanto, que o programa eleitoral irá abordar perguntas feitas por eleitores no facebook.

- Durante o programa, o Otavio irá responder algumas das perguntas que os eleitores têm feito pelo facebook. A ideia é aproveitar o espaço na TV para chamar o público para intenet, onde teremos mais vídeos do candidato - disse Uchôa.

Rodrigo Maia (DEM) e Aspásia Camargo (PV) também vão lançar mão de estratégias para turbinar a campanha de TV na internet. A verde irá disponibilizar em seu site, um programa de televisão mais detalhado com cerca de 3 minutos, contra os seus 1m40s na telinha. Coordenador da campanha de Aspásia, Paulo Senrra explica que redes sociais como Youtube e o Vimeo serão usadas para aprofundar o debate com o eleitorado.

- Publicaremos vídeos mais específicos, com uma linguagem voltada para a internet, onde a Aspásia também irá defender a sua proposta de cidade sustentável. No mundo virtual, o debate terá mais profundidade - disse Senrra.

Com 3m35s, a campanha de Rodrigo Maia tem produzido vídeos exclusivos para publicação na página oficial do candidato. No site, também há a opção de compartilhamento de imagens do candidato, tanto pelo twitter, como pelo facebook.

- Na internet, o foco da campanha é construir a minha imagem com a apresentação da minha biografia nas redes sociais. Além disso, temos também o site oficial, onde as pessoas podem contribuir e propor sugestões ao meu programa de governo por meio de um formulário específico - explicou Rodrigo Maia.