Seu browser não suporta JavaScript!

14/12/2011 | Portal PSDB na Câmara

Leite adianta que oposição continuará na busca por esclarecimentos do caso Pimentel

Por Letícia Bogéa

O governo não está preocupado em esclarecer as denúncias que envolvem o ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), na opinião do deputado Otavio Leite (RJ). Nesta quarta-feira (14), a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio rejeitou requerimento de autoria do tucano que solicitava a presença do gestor na Câmara para falar sobre a suspeita de tráfico de influência. “Quem não deve, não teme”, completou o parlamentar, ao destacar que a oposição continuará firme na busca de explicações.

A intenção era que o ministro explicasse os valores recebidos com consultorias e as relações com antigos clientes, mesmo após a posse na pasta. “Como éramos minoria na reunião, converti para convite para que ele pudesse explicar o conjunto de acusações que pesam sobre a sua conduta”, disse. “Fomos derrotados, mas com dignidade porque continuaremos em defesa do erário público e da seriedade”, afirmou.

Segundo o parlamentar, a conduta do ministro sinaliza uma relação de contaminação do trabalho na esfera privada com atuação na área pública. “Isso é complicado. Não fazemos pré-julgamento, mas não podemos fugir a uma regra básica da democracia que é dialogar sobre o problema. Já foram seis ministros que caíram só nesse ano”, apontou.

“Tem que haver transparência. Perdemos na votação, mas vamos cada vez mais fortalecer o nosso trabalho de oposição séria a bem do recurso público”, concluiu. Também foi rejeitado na Comissão de Fiscalização Financeira requerimento do deputado ACM Neto (DEM-BA) com a mesma finalidade.