Seu browser não suporta JavaScript!

19/01/2004 | Jornal O Fluminense

Letras maiores

O deputado Otavio Leite (PSDB) apresentou projeto de lei na Alerj determinando o tamanho mínimo das letras de bulas de remédios fabricados no estado. Segundo ele, as letras não poderão ser inferiores a 1,5mm.

O projeto, que deverá ser votado em plenário logo após o fim do recesso parlamentar, fixa um prazo de 120 dias depois da sanção da lei para se adaptarem à nova legislação. ´ É um verdadeiro acinte que os laboratórios forneçam bulas de seus medicamentos impressas com letras impossíveis de serem lidas a olho nu´, justifica.