Seu browser não suporta JavaScript!

02/12/2015 | Jornal O Globo online

Mais de 100 clubes aderem ao Profut, informa a Receita Federal

Por Bárbara Nascimento

BRASÍLIA – O programa de parcelamento de dívidas tributárias ou não tributárias voltado para clubes de futebol teve 111 interessados na adesão, informou a Receita Federal. Segundo o Fisco, os clubes que solicitaram ingresso ao Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut) têm débitos no valor de R$ 3,83 bilhões com o governo.

O prazo de adesão terminou no dia 30 de novembro, última segunda-feira. A Receita esclarece ainda que a permanência do clube no Profut está “condicionada à manutenção da regularidade fiscal em relação à dívidas posteriores àquelas incluídas no parcelamento”.

HÁ UMA SEMANA ADESÃO PREOCUPAVA

No dia 24 de novembro, seis dias antes do fim do prazo de adesão, a quantidade de clubes que tinham aderido era pequena e preocupava o Ministério do Esporte e, em especial, o relator do projeto, o deputado Otavio Leite (PSDB/RJ). Ele chegou a ter um encontro na Federação de Futebol do Rio (Ferj) com dirigentes de clubes e pediu que se mobilizassem para pedir extensão do prazo de adesão.

A prorrogação só seria possível através de Medida Provisória. A ideia do deputado era fazer com que os clubes, unidos, pleiteassem junto ao governo federal o adiamento do prazo. Mas havia resistência dentro do governo.