Seu browser não suporta JavaScript!

13/09/2010 | Portal Uerj

Medalha José Bonifácio é entregue pela UERJ a personalidades do Rio de Janeiro

Entre os dias 14 e 16 de setembro, a Universidade concederá a medalha de Grão-Oficial José Bonifácio a quatro personalidades que se destacaram nas suas respectivas atividades em âmbito regional e nacional. A Ordem do Mérito José Bonifácio foi criada pela Universidade em 1972 com o objetivo de homenagear nomes nacionais e estrangeiros que se notabilizaram nos campos da educação e da cultura. O primeiro a receber esta honraria da UERJ será o historiador e professor Gilberto Palmares. A cerimônia está marcada para o dia 14 de setembro, às 15h, na Capela Ecumênica do campus Maracanã.

No dia 15 de setembro, também às 15h, será a vez da médica especialista em cardiopediatria Jandira Feghali receber a homenagem. Ela se formou na UERJ e alcançou posição de destaque nas áreas da educação, da cultura e da política. No dia 16 de setembro, o ex-governador Marcello Alencar e o advogado Otavio Leite recebem a medalha de Grão-Oficial, em cerimônia marcada para as 15h, na Capela Ecumênica.

A Ordem do Mérito José Bonifácio foi criada pela Universidade em 1972 com o objetivo de homenagear personalidades nacionais e estrangeiras que se notabilizaram nos campos da educação e da cultura. José Bonifácio de Andrada e Silva, o Patriarca da Independência, foi um intelectual no sentido literal do termo. Homem das ciências, das artes e da política ocupou posição de destaque nessas três esferas de saber. Cientista consagrado, José Bonifácio teve extensa vida acadêmica em instituições européias e exerceu papel de destaque na História luso-brasileira.