Seu browser não suporta JavaScript!

28/04/2015 | Folha de São Paulo online

Medida provisória do futebol só deve ser votada em junho, diz relator

A medida provisória que refinancia as dívidas fiscais dos clubes e impõe contrapartidas a eles só deve ser votada na Câmara em junho.

É o que prevê Otavio Leite (PSDB-RJ), relator da MP e presidente da comissão mista de parlamentares que começa a discutir o texto nesta terça (28).

Até a MP ser votada, haverá ao menos quatro audiências públicas convocadas pela comissão para debater os pontos propostos pelo governo.

"Vamos convidar os clubes grandes e pequenos, especialistas em esporte, as entidades (CBF e Bom Senso) e, por fim, jornalistas", afirma Leite.

Na comissão, a CBF e os clubes tentarão alterar o conteúdo da MP, que prevê diversas contrapartidas às entidades que optarem pelo refinanciamento das dívidas com impostos.

O Bom Senso e o governo federal defendem a manutenção das compensações.