Seu browser não suporta JavaScript!

13/06/2015 | Jornal Lance!

Medida Provisória irá propor a retirada de PMs de dentro dos estádios

Medida Provisória do Profut irá propor a retirada de PMs de dentro dos estádios

Por Fábio Suzuki 

O conteúdo da Medida Provisória (MP) do Profut que será apresentado na próxima terça-feira, 16, aos parlamentares no Congresso abrangerá a retirada da Polícia Militar (PM) de dentro dos estádios e passando aos clubes toda a responsabilidade da segurança interna nas arenas. A proposta feita pelo deputado Tenente Lúcio (PSB-MG) será acatada pelo relator da MP, Otavio Leite (PSDB-RJ). “Essa responsabilidade tem que ser do organizador para que centenas de PMs atuem só na segurança pública”, diz Leite.

Agenda cheia
Na próxima segunda-feira, 15, o relator Otavio Leite se reunirá com representantes do governo, Câmara dos Deputados e Senado para debater os pontos que os parlamentares ligados à “bancada da bola” apontam ser insconstitucional dentro da MP do Profut. Leite quer tirar todas as dúvidas sobre os pontos mais polêmicos para não apresentar em plenário na terça-feira, 16, um documento com falhas jurídicas.

Palpiteiros
Na avaliação do relator Otavio Leite, a MP do Profut tem o conteúdo mais complexo entre os projetos de lei que tramitam no Congresso pois abrange um assunto que todos querem opinar, no caso o futebol. E revela que nas últimas semanas tem sido parado a todo momento nos corredores do Poder Legislativo para ouvir palpites e sugestões dos parlamentares para incluir no texto da MP.

De lá ou de cá?
Presidente da Comissão Mista da MP do Profut, o senador Sérgio Petecão fez questão de rebater os comentários que circulam nos bastidores de Brasília de que o relator Otavio Leite tem ficado muito próximo do governo na elaboração da proposta . “Isso não existe, até porque o Otávio é do PSDB. O que ele tem feito é um grande esforço para ouvir todos os envolvidos”, afirma Petecão.