Seu browser não suporta JavaScript!

27/04/2015 | O Globo Online

Membros de CPI vão à sede da Petrobras pedir explicações sobre balanço

Por Alexandre Rodrigues

Rio — Parlamentares que integram a CPI da Petrobras na Câmara dos Deputados chegaram à sede da estatal, no Centro, para uma reunião com o presidente Aldemir Bendine e a diretoria da companhia. Segundo o deputado Otavio Leite (PSDB-RJ), um dos principais questionamentos será o método que definiu o prejuízo de R$ 21 bilhões no balanço auditado divulgado na semana passada, sendo estimadas em pouco mais de R$ 6 bilhões as perdas com corrupção.

— Queremos saber que mágica foi essa que permitiu uma redução do déficit da Petrobras. Por que R$ 6 bilhões? Já sabemos que só o Comperj tem um prejuízo certo de mais de R$ 45 bilhões — disse Leite. — Isso é muito sério e o país quer passar a limpo tudo isso.

O relator da CPI, deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), afirmou que não há motivos para colocar em dúvida os dados do balanço, mas disse que a reunião será importante para que a diretoria da estatal explique o que está sendo feito para evitar novas perdas com corrupção e retomar o seu papel indutor nos investimentos e na geração de empregos no país.

Também participam da reunião o presidente da CPI, Hugo Motta (PMDB-PB), e outros integrantes da comissão como Antonio Imbassay (PSDB-BA) e Bruno Covas (PSDB-SP). Leite explicou que os parlamentares preferiram vir ao Rio em vez de convocar Bendine para ganhar tempo.

— Se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé — disse Leite.

A previsão é de que a reunião, iniciada às 10h30, dure quatro horas.