Seu browser não suporta JavaScript!

27/09/2011 | Site Câmara dos Deputados

Ministro do Turismo garante que suspensão dos convênios para qualificar não prejudicará Copa 2014

A suspensão da execução e do repasse de recursos de todos os convênios de qualificação profissionais pelo Ministério do Turismo e a garantia de que o Brasil terá êxito na organização da Copa do Mundo de Futebol em 2014, foram os temas dominantes durante os debates que marcaram as comemorações do Dia Mundial do Turismo, a V Semana Nacional do Turismo e o Dia Nacional dos Bacharéis em Turismo, na Câmara dos Deputados, na manhã de terça-feira (27). O Ministro do Turismo, Gastão Vieira, disse que a Copa 2014 é a grande oportunidade do País e um desafio para as deficiências culturais e logísticas atualmente presentes, mas também representa uma grande oportunidade de avançar. Ele garantiu que a suspensão dos convênios de capacitação não vai prejudicar o Mundial de Futebol. “É possível capacitar as pessoas tranquilamente até 2013, mas vamos avaliar se continuamos com os mesmos parceiros ou parceiros novos”, disse.

O presidente da Embratur, Flávio Dino, endossou as palavras do Ministro e afirmou que o treinamento de recursos humanos para a Copa será tranquilo. "Nós temos 2012 e 2013 para intensificar as ações de qualificação. O ministro Gastão Vieira está procedendo à revisão necessária para que haja o cumprimento do cronograma. Nós temos segurança de que as políticas e as medidas adotadas vão garantir o cumprimento da meta, que é capacitar 300 mil pessoas para a Copa."

Mas o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade (Contratuh), Moacyr Roberto Tesch Auersvald, lamentou o que chama de generalização. "Por causa de um ou dois contratos que não foram bem geridos dentro do Ministério Turismo, estão pegando todos os contratos, todas as pessoas que estavam fazendo uma qualificação decente e adequada e estão colocando de lado como se nada daquilo funcionasse e como se toda aquela gama de pessoas fosse corrupta." Para ele, mais importante do que as obras é a qualificação de mão de obra para receber bem os turistas durante a Copa 2014.

Brasil Maior

Durante o primeiro painel, sobre a inclusão do turismo no programa de incentivo fiscal Brasil Maior, o deputado Otavio Leite (PSDB-RJ) enfatizou que é preciso fortalecer o turismo em nosso país, mas que para isso são necessários mais recursos. Ele sugeriu que a CTD sensibilize o relator das MPs (540 e 541) que tratam do programa Brasil Maior , deputado Renato Molling (PT-RS), para a necessidade de incluir o turismo no programa de incentivo fiscal. "O turismo tem o mesmo efeito econômico positivo que a venda de produtos exportados", justificou. A regulamentação da profissão de turismólogo, que está no Senado, também foi defendida por Otavio Leite.

O presidente da CTD, deputado Jonas Donizette (PSB-SP), também manifestou apoio à inclusão do turismo no Programa Brasil Maior e disse que a CTD vai intensificar os contatos com o relator Molling, com esse fim. Ele exaltou o tema "Turismo - Aproximando Culturas", escolhido pela Organização Mundial do Turismo (OMT), para celebrar o Dia Mundial do Turismo este ano. Segundo Donizette, para um país com a diversidade cultural do Brasil é um tema bastante apropriado, "uma oportunidade para refletirmos sobre a importância do respeito às diversas culturas existentes, e do turismo como forma de inclusão econômica dessas comunidades e de preservação de suas raízes", disse.

As comemorações do Dia Mundial do Turismo foram organizadas pelas Comissões de Turismo da Câmara e do Senado, em parceria com a Confederação Nacional do Comércio - CNC.

À tarde, o presidente da CDR, senador Benedito de Lira (PP-AL) conduziu uma mesa de debate sobre o tema "Conta Satélite do Turismo: O que é? Para que serve?" no Senado Federal. Parlamentares e autoridades debateram propostas que aumentam a renda gerada pelo turismo nacional. A importância das atividades turísticas e seus valores sociais, ambientais, econômicos e políticos para o desenvolvimento do País foram outros temas debatidos.