Seu browser não suporta JavaScript!

21/07/2003 | Jornal do Commercio

Na cesta, o básico

O pedreiro sergipano Evando dos Santos comemora, hoje, os cinco anos de criação da Biblioteca Comunitária Tobias Barreto, na sua casa no subúrbio carioca da Penha, já se preparando para festejar novas conquistas. Uma delas, a esperada aprovação, ainda este ano, do projeto de lei que sugeriu ao conterrâneo e deputado estadual Otavio Leite (PSDB) - em tramitação final na Assembléia Legislativa -, dispondo sobre a inclusão de livro nas cestas básicas.

O deputado pretende, com a lei, agregar valores culturais ao auxílio-alimentação fornecido pelo Estado, como forma de combater a alienação e despertar o anseio por plena cidadania. Pelo projeto, cada cesta básica deverá conter, no mínimo, o básico: um exemplar de livro sobre conhecimentos gerais e um clássico da literatura brasileira.

A biblioteca da Penha, com 30 mil livros, acaba de receber o certificado do Ministério da Cultura, o que permitirá a Evando captar recursos para construir, num terreno próximo, a sede de uma nova, com projeto doado por Oscar Niemeyer