Seu browser não suporta JavaScript!

13/07/2012 | Portal SRZD

'Não tem cabimento gastar milhões com Cidade da Música', diz Leite

Por Leonardo Guedes

O candidato à prefeito do Rio pelo PSDB, Otavio Leite, afirmou na noite de quinta-feira que prefere deixar a gestão da Cidade da Música nas mãos da iniciativa privada, após um processo de licitação. Ele fez a declaração após um encontro na Câmara Comunitária da Barra, na Zona Oeste do Rio.

"É para gente do setor, para termos uma programação em alto nível para a sociedade e seja um pólo de atração para a música erudita. Não tem cabimento a Prefeitura gastar R$ 35 milhões por ano com a preservação, apenas com o custeio da Cidade da Música", disse Leite em entrevista ao SRZD, frisando que o montante deve ser redirecionado para a construção de escolas de música dentro da rede municipal de ensino e lamentando que uma solução não tenha ocorrido na gestão do atual prefeito e candidato à reeleição, Eduardo Paes (PMDB).

Depois, o candidato do PSDB destacou que não terá problemas no relacionamento com a presidente Dilma Rousseff e com o governador Sérgio Cabral caso seja eleito, mesmo sendo integrante de um partido de oposição.

Quando questionado sobre como vai encarar um dos possíveis motes de campanha de Paes (o da integração entre as esferas de governo), ele observou que há falhas em algumas áreas: "Esse discurso de união é totálitário, então deveria ter um partido único, é uma coisa que não é verdade. Não há organização na saúde e no transporte", analisou Leite, lembrando que durante as discussões sobre a partilha dos recursos do petróleo no Congresso Nacional foi dialogar com Cabral e Dilma para demonstrar apoio na defesa dos interesses do Rio.

No encontro com as lideranças comunitárias, o candidato falou sobre suas propostas de governo e se disse contrário à demolição do Elevado da Perimetral, no Centro. Ele considera que o custo de construção das pistas de compensação para o tráfego é alto. A conversa terminou com um instante de ligeira tensão, quando uma participante ficou irritada por não ter feito sua pergunta devido ao encerramento do evento: "Eu queria dizer que sou filha dessa cidade e não estou satisfeita com muita coisa. Boa noite!", falou a mulher, se retirando do local. O restante do público não deu importância aparente e aplaudiu Otavio Leite.