Seu browser não suporta JavaScript!

12/06/2007 | Jornal O Dia

Nevoeiro fecha Galeão por quase quatro horas

Rio - O Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, ficou fechado nesta terça-feira das 6h20 às 9h35, em razão de um forte nevoeiro.

Em razão do fechamento, o aeroporto registrou 72 atrasos entre partidas e chegadas de vôos internacionais e nacionais. A forte neblina no aeroporto desde as primeiras horas da manhã foi o motivo do fechamento.

Entre os passageiros que esperavam estava o deputado federal Otavio Leite (PSDB) que se atrasou para uma sessão da CPI do Apagão, marcada para às 9h no Congresso Nacional

O fechamento também provocou reflexos em outros estados. O Aeroporto Internacional de São Paulo (Cumbica), em Guarulhos registra 45 atrasos, de acordo com o site da Infraero.

O Aeroporto Internacional de São Paulo tem 17 atrasos nos pousos e 28 partidas, sendo a pior delas um vôo da Aerolíneas Argentinas com destino a Buenos Aires, que deveria ter decolado às 2h, mas continua sem previsão de saída.

O aeroporto Santos Dumont, no centro da cidade , não registra atrasos.

Em Porto Alegre (RS), o aeroporto também sofre com a neblina e está fechado para pousos desde as 5h15. Ele ficou fechado também para decolagens por cerca de meia hora, mas as operações já foram normalizadas.

Em Porto Alegre, 9 chegadas e 7 partidas estão atrasadas. Também foram cancelados 4 vôos, 2 da BRA e 2 da OceanAir, todos indo ou chegando do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

Os aeroportos de Congonhas e Guarulhos, em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio, funcionam por instrumentos.