Seu browser não suporta JavaScript!

02/11/2011 | Jornal O Dia

O Dia: Comissão dos royalties terá PMDB e PT no comando

Por Aurélio Gimenez

Rio - Confirmada a criação da Comissão Especial na Câmara dos Deputados para discutir o novo sistema de partilha dos royalties de petróleo, uma importante vitória para o Rio de Janeiro, começa agora a disputa para saber quem ocupará as 25 vagas do grupo de trabalho. A indicação dos parlamentares será feita pelos líderes de cada partido.

A presidência e a relatoria — funções de destaque e influência nos trabalhos — deverão ser preenchidas pelo PMDB e PT, partidos com as maiores bancadas na Câmara. “Agora é um momento novo na Câmara. O melhor caminho é que a relatoria seja ocupada por um parlamentar paulista, estado recebedor de royalties mas em breve será também um grande produtor de petróleo”, opina Hugo Leal (PSC-RJ), que já solicitou que o partido indique o seu nome para compor o grupo de trabalho.

A Comissão Especial foi criada por um ato exclusivo do presidente da Casa, deputado Marco Maia (PT-RS), que a defendeu como a melhor maneira para discutir o assunto tão polêmico, que trata da divisão dos royalties entre estados produtores e não produtores de petróleo.

Segundo o deputado Otavio Leite (PSDB-RJ), se os estados produtores incluírem 10 parlamentares na comissão, será muito bom. “Se colocarmos 12, será melhor ainda. Assim, poderemos defender os nossos interesses”, argumentou o parlamentar.