Seu browser não suporta JavaScript!

10/12/2011 | Jornal O Globo

O Globo: Governo se diz satisfeito com explicações de Pimentel

Governo se diz satisfeito com explicações

Por Isabel Braga

BRASÍLIA. A versão oficial do governo é de que a situação do ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, é satisfatória. Na noite de quarta-feira, Pimentel teve uma conversa privada com a presidente Dilma, que não durou mais que dez minutos. Ontem à noite, perguntado sobre Pimentel, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, disse que o governo está satisfeito com as explicações dele.

— Ele está bem, ele continua trabalhando. Para nós, é muito importante ele não fugir de nenhuma questão. Portanto, nós estamos absolutamente satisfeitos com o ministro, com o trabalho dele. Não temos nenhum motivo de maior preocupação — disse Gilberto.

O ministro palaciano disse que caberá a Pimentel decidir se deve ou não prestar esclarecimento ao Congresso. Mas o governo não vê razão para isso, pois considera que as denúncias “são relativas à cidade de Belo Horizonte”.

— O importante é que ele tenha o nosso apoio. É uma pessoa de muito respeito, uma pessoa que tem uma trajetória. Esses detalhes técnicos (de depoimento ao Congresso) vamos analisar depois com a devida calma — afirmou Gilberto.

Os líderes aliados no Senado e na Câmara aguardam orientação do Palácio do Planalto para saber como conduzir as votações de dois requerimentos — um convite e uma convocação — para ouvir Pimentel. Embora o ministro tenha dito, em Buenos Aires, que iria ao Congresso, se convocado, os governistas vão avaliar, primeiro, a oportunidade de aprovar esses requerimentos, de acordo com a evolução da situação no fim de semana. Se tiver condições, os aliados vão tentar jogar para fevereiro, já que faltam menos de duas semanas para o início do recesso no Congresso.

A oposição pressiona tanto pela votação dos requerimentos quanto para que Pimentel dê, já na próxima semana, explicações sobre as suspeitas que pairam sobre sua atividade como consultor.

O líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PR), espera a votação, terça-feira, do requerimento de convite a Pimentel na Comissão de Meio Ambiente e Fiscalização. Na Câmara, o requerimento, de convocação, é do deputado Otavio Leite (PSDB-RJ) e será votado na quarta-feira.