Seu browser não suporta JavaScript!

27/10/2011 | Jornal O Globo

O Globo/Royalties: Rio e ES querem rever cálculos de perdas do pré-sal

Por Mônica Tavares

BRASÍLIA - Os deputados de Rio e Espírito Santo querem criar uma comissão especial na Câmara para rever os números usados pelo senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) no projeto de divisão das receitas do petróleo aprovado semana passada no Senado. Esses parlamentares argumentam que é preciso reavaliar as projeções, pois, Vital teria subestimado as perdas fluminenses e capixabas. Só o Rio calcula que pode perder quase R$ 50 bilhões em arrecadação até 2020.

Uma comissão especial tenderia a esticar as negociações na Câmara. Esta é a estratégia de Rio e Espírito Santo, que precisam de tempo para tentar convencer outras bancadas a pelo menos não mexer nas receitas das áreas já licitadas. Os deputados fluminenses e capixabas querem ainda uma reunião com a presidente Dilma Rousseff.

O pedido foi apresentado ao líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP). O deputado Otavio Leite (PSDB-RJ) encaminhou um ofício ao presidente da Casa, Marco Maia (PT-RS), com o mesmo objetivo. Já o deputado Hugo Leal (PSC-RJ) disse que é preciso ouvir a Agência Nacional do Petróleo (ANP), a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e a Petrobras nas negociações, porque são as instituições com a melhor base de dados sobre o pré-sal.

Deputados indagarão à Dilma posição do governo

O objetivo da comissão, disse Leal, é discutir os royalties e a sua repartição. Ele lembra que foram criadas comissões especiais quando o governo enviou à Câmara os quatros projetos do pré-sal.

- Queremos saber os números efetivos. Precisamos fazer um debate mais aprofundado - defendeu Leal.

Leia a íntegra na edição digital .