Seu browser não suporta JavaScript!

27/01/2010 | Jornal Panrotas

O Turismo como motor do desenvolvimento

Ano-novo, mês de férias. E nada lembra mais o merecido descanso anual do que as viagens. Todos nós sabemos que a imensa diversidade cultural brasileira é um dos principais atrativos para os turistas, sejam eles locais ou estrangeiros. Sorte nossa.

Como sabemos, o turismo possui um grande significado econômico para cidades, estados e países. Vale destacar que a atividade demanda uma grande quantidade de mão-de-obra, muitas vezes especializada; exige investimentos em infraestrutura; gera rendas individuais e empresariais; origina receitas para os cofres públicos; valoriza imóveis, impulsiona a construção civil e fortalece conteúdos históricos.

O efeito multiplicador da atividade turística produz conseqüência positiva para o desenvolvimento local e regional, uma vez que não apenas as cidades receptoras dos turistas tiram vantagens. Qualquer município pode se beneficiar do turismo mesmo não tendo a presença do turista nele. Para isso, basta que este seja fornecedor de bens e serviços que serão consumidos pelos turistas, como produtos artesanais, industriais, agrícolas, alimentícios, mão-de-obra, etc.

Além do mais, a atividade turística, se bem planejada, pode ajudar a manter e melhorar o meio ambiente de várias formas. Neste quesito o tempo urge. Logo, a manutenção do meio ambiente agradável como um todo, por meio do controle do ar, da água, da poluição sonora e de problemas com o lixo são, em si, uma questão do turismo. A implantação de infraestrutura, tais como rodovias, sistemas de água e esgoto, telecomunicações, pavimentação de ruas, melhorias em quadras e parques são otimizadas pelo desenvolvimento do turismo, que traz não só os citados benefícios econômicos, mas também culturais e ambientais.

Sendo certo que não há saída para um futuro melhor que não seja por meio da atividade econômica (e o turismo aí aflora), vê-se que no Brasil temos neste setor uma fonte inesgotável de potencial desenvolvimentista, em especial de geração de emprego e renda para o nosso povo. E isto interessa.

* Publicação quinzenal.