Seu browser não suporta JavaScript!

03/03/2016 | PSDB na Câmara

Olimpíadas do Rio sofrerão corte de R$ 900 milhões em orçamento

Às vésperas do maior evento esportivo do mundo, o Brasil vai anunciar ao Comitê Olímpico Internacional que as Olimpíadas do Rio sofrerão corte de R$ 900 milhões no orçamento dos Jogos. Os responsáveis pela competição tiveram que abrir mão de vários projetos e o corte irritou dirigentes de modalidades que serão atingidas. Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo desta quarta-feira, dia 2, cerca de 12% dos custos inicialmente programados para os jogos serão eliminados. No total, R$ 7,4 bilhões vão ser gastos no Rio de Janeiro, sem contar as obras de infraestrutura da cidade.

Os principais cortes foram realizados, segundo o jornal, em instalações esportivas e na eliminação de construções temporárias. O presidente do PSDB-RJ, deputado federal Otavio Leite, aponta que a medida gera dúvidas em relação ao orçamento prévio calculado e questiona se houve desorganização na determinação dos preços.

“É de chamar atenção, porque havia um orçamento prévio. A diminuição desse montante implica que o orçamento mínimo estava com alguma gordura. Será que havia realmente um sobrepreço nas questões? Ou eram organizações exageradas em material, em dimensões de estruturas que não eram necessárias?”, questionou.

A reportagem afirma que os cortes vão afetar o metrô do Rio, que vai operar apenas para levar passageiros de Ipanema até a Barra, local dos jogos. A Lagoa Rodrigo de Freitas ficará sem arquibancada flutuante e até mesmo os coquetéis oferecidos aos dirigentes foram reduzidos. Otavio Leite espera que a redução nos investimentos não prejudique os jogos, mas chama atenção para o volume do montante pré-definido para o evento.

“Penso que não há de prejudicar os jogos, só acho que isso nos remete a uma reflexão: aquele orçamento mais amplo era de fato necessário? Por que desde o início não propuseram algo mais modesto? Os jogos não precisam ser luxuosos, precisam acontecer de maneira digna, bem organizada.”